A quimioterapia é uma das estratégias mais eficazes para tratar o câncer infantil, junto com a cirurgia e a radioterapia.  Os quimioterápicos são medicamentos especializados em destruir ou interromper a divisão de células.

Como os tumores infantis têm características específicas e uma delas é o crescimento avançado de células, após sofrerem uma mutação no material genético, a quimioterapia responde muito melhor em crianças e adolescentes.

No Hospital do GRAACC, o tratamento é realizado na Quimioteca, um espaço criado para garantir conforto e bem-estar dos pacientes durante a aplicação dos medicamentos, diminuindo o estresse e amenizando, assim, alguns efeitos colaterais.

Há espaços reservados para a administração de quimioterápicos de longa duração, hidratação e transfusões de sangue em regime de hospital-dia.

Para tornar o ambiente ainda mais humanizado, voluntários promovem contação de histórias, jogos, atividades terapêuticas, apresentação de músicas, entre outras atividades.

Quimioterapia intra-arterial
Um dos tratamentos mais avançados para curar o retinoblastoma, um tipo de câncer que mais acomete os olhos na infância. A técnica consiste em injetar o quimioterápico diretamente no vaso sanguíneo que irriga os olhos, chegando com mais precisão e com maior concentração no tumor, diminuindo efeitos colaterais e preservando globo ocular e visão.

Centro de referência no tratamento do retinoblastoma, o Hospital do GRAACC conta com equipe especializada e com todas as modalidades terapêuticas para alcançar a cura: quimioterapia endovenosa, intra-arterial, intravítrea, braquiterapia, laser e crioterapia.